“Ajudar sem reservas” dá o mote ao movimento “Lugar à Mesa”, uma iniciativa solidária promovida pelo Grupo Nabeiro-Delta Cafés e pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, que já entregou 2.500 refeições solidárias, em três semanas.

Este movimento surge com um duplo objectivo, de ajudar as famílias afectadas pela pandemia e a restauração, e abrange, numa primeira fase, 25 restaurantes da cidade de Lisboa e decorre até dia 17 de Janeiro.

Todos os portugueses podem contribuir e ajudar quem mais precisa, quer seja através da plataforma www.ppl.pt ou do site www.movimentolugaramesa.pt. Cada doação, no valor de 7€, será convertida numa refeição que, posteriormente, será entregue a uma família, mediante a disponibilização de um voucher.

As famílias elegíveis são identificadas pela Santa Casa, privilegiando agregados em situações de carência económica que, na sua composição, incluam crianças e/ou jovens, bem como aqueles que não usufruam de outros apoios similares. Por sua vez, os restaurantes aderentes devem cumprir os níveis exigidos de segurança e higiene, ter como capacidade diária a confeção de mais de 20 refeições e disponibilizar serviço de take-away.

Através desta iniciativa, a Delta Cafés e a Santa Casa reconhecem as consequências da pandemia para muitos agregados familiares, bem como a grave crise económica que os restaurantes estão a enfrentar, procurando assim contribuir diretamente para reativar o sector da restauração, ao mesmo tempo que intervêm positivamente nas comunidades locais.
Para Rita Nabeiro, administradora do Grupo Nabeiro-Delta Cafés, «o Movimento Lugar à Mesa reforça o apoio do Grupo à restauração e às muitas famílias que, devido à pandemia, viram as suas vidas afectadas. Vivemos um momento único e desafiante. Queremos fazer parte activa da sociedade, ajudando e contribuindo com soluções criativas que gerem um círculo virtuoso para nos ajudar a ultrapassar este período difícil para todos e em particular para alguns. Queremos usar a nossa voz e acção para mobilizar a sociedade e, através deste movimento, impactar positivamente quem mais precisa neste momento. Este é apenas o primeiro passo ao qual queremos juntar outros parceiros, público ou privados, que nos ajudem a fazer crescer este movimento e consequentemente apoiar novos restaurantes e famílias».

Sérgio Cintra, administrador da Acção Social da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, realça que «num contexto de crise, há sempre forma de ajudar os outros. Num ano caracterizado por dificuldades sem precedentes, o movimento “Lugar à Mesa” representa um catalisador da mudança que os tempos conturbados que vivemos precisam e exigem. Em fases difíceis, temos que redobrar e unir esforços, bem como trabalhar com ainda mais empenho nas respostas sociais que tanto têm contribuído para tornar a nossa sociedade mais justa. Esta iniciativa solidária representa, de forma muito concreta, aquela que é a missão secular da instituição: garantir a quem mais precisa um amanhã feliz».

Mas são mais os parceiros que se sentam a esta Mesa pronta para ajudar. A Camara Municipal de Lisboa, que irá dar apoio complementar ao auxílio já prestado; a AHRESP - Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, que representa o sector da restauração e ainda a APN – Associação Portuguesa de Nutrição, que irá prestar aconselhamento para garantir um adequado equilíbrio nutricional das refeições para as famílias e a Casa do Impacto focada em projectos empreendedores de impacto social.

Mais Notícias