A zona industrial de Portalegre prepara-se para receber uma fábrica de produção de lentes intra-oculares utilizadas para o tratamento cirúrgico das cataratas, num investimento de 2,2 milhões de euros.

O projecto, que já havia sido anunciado há alguns anos, vai mesmo ser concretizado, tendo já sido ultimados os pormenores numa reunião que decorreu na Câmara de Portalegre e que contou com as presenças do empresário brasileiro, Bruno Sena, o arquitecto responsável pelo projecto, Vítor Cassano, e o vereador João Nuno Cardoso que, ao longo do último ano e meio, em conjunto com a presidente da Câmara, Adelaide Teixeira, tem acompanhado o processo da vinda deste investimento para a cidade.

A previsão é que a unidade, a cargo da empresa Bruno Sena -  Produtos Oftámicos e que ficará localizada junto ao heliporto, inicie a produção no primeiro semestre de 2021, criando num primeira fase entre 10 a 15 novo postos de trabalho. Contudo, as projecções apontam para um aumento da área da fábrica, que será inicialmente de 300m2, e consequentemente o número de postos de trabalho para valores entre os 100 e os 200 colaboradores.

 Reportagem completa na edição desta semana do jornal Alto Alentejo

Mais Notícias