O Município de Fronteira tem em execução um investimento de cerca de 590 mil euros em obras de requalificação de duas das principais artérias da vila.

A requalificação da variante norte à E.N. 245, cuja a obra se iniciou em Dezembro de 2019, irá traduzir-se no saneamento e repavimentação da faixa de rodagem de veículos, a requalificação da intersecção com a estrada nacional, a construção de passeios pedonais e introdução de iluminação pública.
A obra tem um período de execução previsível de quatro meses, estando prevista a sua conclusão em Março, e esta empreitada tem um custo total de 236.166,30 euros.
A mais recente obra, que teve início em Janeiro deste ano, tem como objectivo requalificar a Rua da Lagoa, a principal artéria do centro da vila, sendo que esta empreitada,  que tem um custo total de 352. 246,11 euros, tem um prazo de execução de seis meses e incidirá na substituição das redes de abastecimento de águas, de saneamento e na construção da rede de águas pluviais. Serão ainda construídos passeios e repavimentado o canal de circulação de veículos.
De acordo com o presidente da Câmara de Fronteira, Rogério Silva, o objectivo desta obra «é renovar todas as infra-estruturas de serviços públicos essenciais daquele arruamento e permitir uma circulação mais segura para veículos e peões».

Mais Notícias